Home Carnaval SP Mocidade Alegre debate o empoderamento feminino e entra na Avenida com muito axé

Mocidade Alegre debate o empoderamento feminino e entra na Avenida com muito axé

por Josy Dinorah
255 visualizações

Com a força do poder do feminino e com as bençãos das Yabás, o Enredo da Morada do Samba retoma uma tema já pensado pela então Presidente da Escola Elaine Cristina, falecida em 2003 e irmã da atual presidente Solange.

Foto Capa: Nelson Gariba / Sintonia de Bambas

A Escola de Samba Mocidade Alegre levou ao Sambódromo do Anhembi o Enredo “Do canto das Yabás renasce uma nova morada” , que teve como ponte forte a característica da Morada, Enredos de temática afro-brasileira. A ideia do Enredo do Carnavalesco Edson Pereira é exaltar a sabedoria, a força, o axé destas mulheres e cantar uma ‘Nova Morada’ da esperança.

A Mocidade fala sobre feminino e o poder do divino das mulheres na religião, na vida e no Carnaval. As Alas e Alegorias foram os destaques aos adereços e alegorias que representam os elementos da natureza e sua ligação com as crenças nas orixás femininas que dão o nome ao Enredo.

Exemplo de organização e inovação, a Mocidade Alegre quer conquistar seu 11º campeonato, e em 2020, ofereceu passagem na Avenida para as grandes rainhas Yabás, para alcançar seu objetivo. O Desfile da Morada desta madrugada (23), como no dia da escolha do Samba-Enredo e dos Ensaios Técnicos, fez sua Comunidade estremecer o Anhembi e a Bateria Ritmo Puro fez o corpo arrepiar.

Compartilhar isso:

Facebook comentário

0 Comentário

Deixe um comentário

Você pode gostar