Home Águia de Ouro Águia de Ouro apostou na tecnologia para fazer um Desfile vibrante no Anhembi

Águia de Ouro apostou na tecnologia para fazer um Desfile vibrante no Anhembi

por Josy Dinorah
420 visualizações

Com um Enredo crítico contando a história da sabedoria para sobrevivência, sofisticação e libertação de grandes sociedades, a Escola de Samba fez um balanço entre o sobrenatural e a tecnologia na criação dos meios de poder nos sistemas políticos e sociais.

Foto Capa: Nelson Gariba / Sintonia de Bambas

Em noite de Carnavalesco estreantes nas Escolas de Samba, foi com muito colorido, que a Águia de Ouro entrou na Avenida, na madrugada de domingo (23), para cantar o poder do saber. A Escola da Pompeia se inspirou na busca do conhecimento e no seu poder de transformação com o tema “O Poder do Saber – Se saber é poder… Quem sabe faz a hora, não espera acontecer”.

Utilizando um trecho da composição de Geraldo Vandré e que se tornou hino da resistência à Ditadura Militar, o Carnavalesco Sidnei França não poupou o tom político no desfile da Escola e mexeu na ferida sobre o sistema de classes que norteia o mundo. Tendo a educação como porta de entrada para os sonhos, os projetos e as expectativas, os carros alegóricos e fantasias apontaram que o conhecimento e o poder da sabedoria é a saída para os tempos do medo, da ganância, da corrupção que assolam o mundo.

O destaque ficou para um detalhe técnico do Desfile, a Águia de Ouro usou da inovação para monitorar seu desempenho na pista, a Agremiação utilizou câmeras de segurança em seus carros alegóricos, e assim, quis evitar acidentes e atrasos durante o trajeto da Escola na Avenida. O objetivo foi realizar um desfile mais seguro, eficiente e mais preciso.

Compartilhar isso:

Facebook comentário

0 Comentário

Deixe um comentário

Você pode gostar