Conheça o samba-enredo da Colorado do Brás para o Carnaval 2020

Neste domingo (30), três finalistas concorreram para dar voz ao enredo “Que Rei Sou Eu” desenvolvido pelo Carnavalesco Leonardo Catta Preta, e em grande festa com convidados especiais, a Escola de Samba Colorado do Brás já tem seu samba-enredo para o Carnaval 2020.

Após dois domingos de eliminatórias e 11 composições inscritas, três parcerias disputaram a grande final do samba promovida pela Escola de Samba Colorado do Brás, a segunda Escola do Grupo Especial à desfilar no sábado de Carnaval 2020. O samba-enredo que será cantado na Anhembi pela comunidade foi conhecido em uma grande noite que também marcou a coroação da Corte de Bateria para o Carnaval 2020 com a presença do intérprete Chitão Martins e Ala Musical, Mestre Allan no comando da Bateria Ritmo Responsa e a Escola de Samba madrinha da agremiação, Camisa Verde e Branco.

Agradecendo a força da comunidade e considerando a melhor festa de final de samba realizada até hoje, o anuncio foi feito pelo Presidente da Escola, Antônio Carlos Borges – “Ka”. O samba 24 de composição de Márcio Pessi, Evandro Bocão, Moisés Santiago, Edson Dafféh, Marcelo Valença e André Diniz vai levar pra Avenida a lenda sobre o nascimento, a vida e a morte do Rei de Portugal, Dom Sebastião. O caráter messiânico sobre o jovem rei de 24 anos que nasceu como “O Desejado” , pilar da versão de Dom Afonso Henrique, que Portugal lideraria um Império Cristão, e que morreu de forma misteriosa como “Encoberto” numa batalha no deserto africano. Nunca se soube ao certo o paradeiro do Grande Rei e sua imagem como mártir cruzou oceanos e também chegou ao Brasil.

Conheça a letra do samba campeão:

O Luar do Maranhão clareia
Meu Samba na veia
O sonho só começou 
Meu povo querendo mais
Eu sou Colorado do Brás

Se cada um escreve seu destino…
O meu foi conduzido pelo Criador
Um órfão, um guerreiro, um menino
“O escolhido”, que Rei eu sou???
“Por clamor desejado” capitão de DEUS
Herdeiro esperado por uma Nação
De nobres e plebeus
Ao Santo flechado mais que devoção…
Meu nome virou uma lenda
A Coroa me fez Dom Sebastião

Pode acreditar…
Louco eu não sou
Missionário sonhador
Marejado na retina
Consagrado … Luz Divina
Abençoado… Fiel desbravador

Lá no Marrocos segui a minha missão
Sumi do mapa e ficou a interrogação
Por onde está nossa alteza?
Na Índia ou habitando o mosteiro
Preso misterioso em Veneza
É o povo em busca do meu paradeiro…
Mas a realidade é que sempre estive aqui
No Belo Monte ou na Praia dos Lençóis
A alegria no Brasil eu descobri
É o presente que há em cada um de nós
E o touro encantado é minha magia
Sou Colorado encantaria
Numa só voz…

Ouça a entrevista do Interprete Chitão Martins ao Site Sintonia de Bambas e curta um trecho do Samba-Enredo campeão:

Entrevista Interprete Chitão Martins e trecho do Samba Campeão

Facebook comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + seis =