Sambódromo do Anhembi recebeu mais cinco Escolas no segundo dia de Ensaios técnicos.

Mais cinco Escolas passaram pelo Sambódromo do Anhembi no segundo dia de Ensaios técnicos (11-01). Uirapuru da Mooca, Leandro de Itaquera, Mocidade Alegre, Vila Maria e Flor de Vila Dalila.

Capa: Nelson Gariba

Rumo ao Carnaval 2020, mais cinco agremiações passaram pelo Sambódromo do Anhembi entre a tarde e a noite de ontem (11-01), para a realização de seus ensaios técnicos.

Os ensaios técnicos servem para que cada Escola faça uma prévia de seu desfile. É o momento que as agremiações se organizam para colocarem todos os setores da Escola de forma a trabalhar, administrar e aperfeiçoar o tempo que cada uma tem para mostrar seu espetáculo.

A primeira Escola a entrar às 18h: 00 veio da Zona Leste, a Uirapuru da Mooca, com o Enredo Deuses, Lendas, Conquistas e Riquezas… O mar, É Preciso Preservar para a Vida Prosperar!, A Uirapuru  trará para seu desfile todo o mistério do Mar, com suas lendas mitológicas e histórias. A agremiação que desfila pelo grupo de acesso 2 da Liga, será a sexta Escola a desfilar no dia 24 de fevereiro.

Foto: Marcelo Messina

Vinda também da Zona Leste, a Leandro de Itaquera foi a segunda Escola a promover seu Ensaio técnico. A Escola que tem como característica marcante a abordagem de temas afros,  nos convidará novamente a conhecer através do Enredo “Das Savanas Africanas Às Savanas de Itaquera… Sou África! Berço do Mundo. Leões de uma força abençoada!” os mistérios e toda religiosidade do berço da humanidade, a África.   Juninho Branco compositor e  intérprete oficial da Leandro de Itaquera  falou com nossa equipe, Sintonia de Bambas,  da imensa alegria  em estar mais uma vez à frente do carro de som da Vermelho e Branco de Itaquera, e da grande emoção pela realização do primeiro Ensaio Técnico 2020 . O Intérprete aproveitou a ocasião para apresentar a cantora Thaís Calhado, que faz parte de seu time de canto, dona de uma bela voz. A Leandro de Itaquera desfila pelo   grupo de acesso 1 da Liga, e  será a quarta Escola a passar na passarela do Samba no dia 23 de fevereiro.

Foto: Nelson Gariba/Sintonia de Bambas
Entrevista com o Intérprete Juninho Branco da Leandro de Itaquera.

Com um ensaio técnico com ares de desfile oficial, a Mocidade Alegre foi a terceira Escola a passar pelo Sambódromo. A Agremiação  trará para a Avenida o poder do canto das  Yabás (Orixás femininas), onde mostrará  todo  poder feminino.  A comunidade da morada que compareceu em peso proporcionou um grande espetáculo. Estreando como primeiro mestre sala da Escola, Uilian Cesário conversou com o site Sintonia de Bambas, onde o jovem de 24 anos,   falou da  felicidade e acima de tudo da responsabilidade  em ostentar o primeiro pavilhão, juntamente com sua parceira de bailado, a  porta bandeira Karina Zamparoli. Uilian deseja passar pelo Sambódromo como uma pluma ao som de um dos Sambas de Enredo mais fortes e bonitos do Carnaval Paulistano de 2020, “Do Canto Das Yabas, Renasce Uma Nova Morada”. A Mocidade Alegre desfila pelo grupo Especial da Liga, e será a quarta Escola a desfilar no segundo dia de desfile do grupo de Elite, 22 de fevereiro.

Foto: Nelson Gariba/Sintonia de Bambas
Entrevista com o primeiro Mestre Sala Uilian Cesário da Mocidade Alegre.

A Unidos de Vila Maria foi a quarta Agremiação que também trouxe uma grande quantidade componentes em seu primeiro ensaio técnico, a Escola que costumeiramente aborda os costumes e tradições de diversos países, trará para Sambódromo em 2020 a cultura Milenar da China, com o Enredo “China: o sonho de um povo embala o samba e faz a Vila Sonhar” . Nossa equipe conversou com Renan Banov, professor e coreógrafo da Vila Maria.  Renan afirma que o  Carnaval é uma caixinha de surpresa, e que os ensaios técnicos são momentos que as Escolas se preparam  para que essas surpresas não ocorram no dia do desfile Oficial. Falou também um pouco do que veremos da sua Comissão de frente, onde o novo e a  tradição da Cultura chinesa se misturam.

Foto: Nelson Gariba/Sintonia de Bambas
Entrevista com o coreógrafo Renan Banov da Unidos Vila Maria

Fechando a segunda noite de ensaios técnicos a Flor de Vila Dalila, comunidade da Zona Leste de São Paulo, trouxe seus componentes que cantaram seu Enredo ” No toque do tambor… crença que o tempo não apaga”, onde a Escola trará todo misticismo dos Orixás em consonância com os tambores. A Agremiação pertencente ao grupo de Acesso 2 da Liga será a primeira Escola a desfilar na segunda-feira de carnaval 24 de fevereiro.

Foto: Nelson Gariba/Sintonia de Bambas

Facebook comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 10 =