Botafogo ganha escola de samba: primeiro enredo será homenagem a Túlio Maravilha

O Botafogo está prestes a se tornar o único clube do Rio de Janeiro a ser representado no carnaval. Em 2019, estreará a Botafogo Samba Clube, escola de samba que desfilará na Série D, equivalente à quinta e penúltima divisão da folia, que tem suas apresentações na Estrada Intendente Magalhães, no Campinho, Zona Norte.

A nova agremiação substituirá a tradicional Tupy de Braz de Pina, que voltará a enrolar a bandeira, após uma mudança no contrato social.   O enredo de estreia já está definido e será “Túlio, o Glorioso”, uma homenagem ao herói da conquista do campeonato brasileiro de 1995.

Embora faça alusão ao Botafogo, carregue as cores preto e branco e a estrela solitária, a Botafogo Samba Clube não tem vículo oficial com o clube ou com o evento homônimo que acontecia na sede de General Severiano. A agremiação é ligada à torcida Fogoró.

Ao tomar conhecimento da homenagem, Túlio Maravilha demonstrou, em um vídeo, satisfação com a deferência prestada pela caçula do carnaval carioca.

Foto: Fernando Soutello/AGIF

 “Quero dizer para todos vocês que estou muito honrado e lisonjeado com o convite da escola de samba Botafogo Samba Clube para ser o enredo da escola no carnaval de 2019. E dizer da minha felicidade em saber que vocês vão carregar no peito o nome do clube mais importante da minha carreira. Futebol e samba, unidos em um só coração e em uma só paixão” — finaliza  Túlio.

Túlio  será  reforço do Atlético Carioca, de São Gonçalo, clube que estreia esse ano na quarta divisão do Rio.

A Botafogo samba clube será a 11ª escola a desfilar no domingo de carnaval (03/03/2019).

O presidente da agremiação, Alex Botafogo, da Fogoró, celebra o acordo e espera a adesão maciça da torcida alvinegra, e menciona: “Estamos felizes em ter a escola de samba do botafoguense. Acredito que a Botafogo Samba Clube tem tudo para se tornar uma agremiação de bastante respeito ao longo dos anos. Será um trabalho de muita seriedade e amor ao carnaval” — explica.

Com escolas de samba consolidadas e de forte torcida, o movimento de criação de agremiações atreladas à torcidas  organizadas de clubes nunca vingou no Rio. No entanto, a Botafogo Samba Clube não é a primeira iniciativa do gênero, em 2014, a  Império Rubro-Negro, fundada por torcedores do Flamengo, mas sem elo oficial com a torcida Raça Rubro-Negra, desfilou no Grupo B. Com vários problemas burocráticos e operacionais, deixou de apresentar segmentos obrigatórios, colecionou notas zero e acabou rebaixada.

Fonte: Extra Online

Facebook comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − 12 =